terça-feira, 5 de junho de 2018

Resenha: Uma Estranha Em Casa - Shari Lapena

"É quase como antes. Mas não é nada como antes." pág 50


Assim que comecei a ver a grande publicidade em cima de "Uma Estranha Em Casa" e li a sinopse, resolvi comprar. Eu adoro um suspense e não ia ficar por fora desse.
São 264 páginas que contam a estória de Karen Krupp, uma mulher com uma vida sob nenhuma suspeita, dona de casa, casada há 3 anos com Tom Krupp, ele é um contador que tem uma vida simples e ambos estão apaixonados. Porem um dia quando Tom chega em casa para o jantar, se assusta ao ver a porta aberta, a bolsa de Karen em cima da cama e a esposa não esta em casa. Logo é avisado que ela sofreu um acidente de carro e esta com amnésia.
Alguns dias mais tarde detetives batem na porta deles dizendo que próximo ao local que Karen foi encontrada, houve um assassinato.

Eu estava muito empolgada com esse livro, gostei do primeiro capítulo...do segundo...mas quando foi chegando no meio e sempre mais do mesmo, eu fui ficando decepcionada. A escrita em 3a pessoa da autora é meio arrastada. Fui lendo e querendo novidade, mas o enredo não progredia.

Tom é cansativo, medroso, inseguro. Karen parece uma mulher dissimulada, manipuladora, desde o começo não consegui gostar dela. Brigid é a vizinha maluquete, fofoqueira e amiga de Karen. A trama se move principalmente em torno desses três personagens.

Não consegui nem me empolgar nem com o final, que na verdade pela falta de personagens, não é nada muito surpreendente.
Em muitos pontos eu vi coincidências com o filme "Dormindo com o Inimigo". A esposa que sofre maus tratos...o marido violento que quer tudo organizado nos mínimos detalhes...
Achei que o fato de Brigid gostar tanto de tricô teria alguma coisa de mais relevante, mas não.

O finalzinho dá a entender que terá um segundo volume, será?

Paguei R$39,90