sábado, 23 de junho de 2018

Resenha: Estamos todos completamente transtornados - Karen Joy Fowler

"Se algum dia eu tivesse imaginado que seria mais importante sem a presença dela constantemente chamando a atenção de todos, eu sinto o oposto...Um dia, toda palavra que eu dizia constava como informação, dados de pesquisa, e era registrada com cuidado para posteriores estudos e discussões. No outro, eu era apenas uma garotinha, um pouco estranha, mas sem nenhum interesse científico para qualquer pessoa" pág. 122



Já nas primeiras linhas de "Estamos todos completamente transtornados" conhecemos Rosemary Cooke, uma mulher de 22 anos, estudante universitária, que sem saber o motivo perdeu sua irmã Fern  e seu irmão mais velho Lowell é procurado pelo FBI. Seu pai é psicólogo/professor e a mãe sofre de depressão. Diga-se de passagem que essa estória começa do meio, pois a mãe de Rose, para encurtar as ladainhas da filha, sempre a mandava começar do meio o que quer que fosse o que ela tinha que contar.A garota em sua infância era feliz e tagarela, hoje ela mal fala, e aos poucos vamos entendendo o motivo.O tema central desse livro é a causa animal, lá pela página 88 descobrimos que Fern é uma chimpanzé. E acho que essa é a parte mais bonita do livro, pois Rose a considerava uma irmã e não um animal, o que nos humaniza são os sentimentos e Rosemary ama Fern, nunca achou estranho uma macaca ser da família, em certo ponto ela mesma diz que ela era uma menina-macaca, mas que Fern era uma menina comum.
Fern desde 3 meses de idade mora com os Cooke. O pai delas é professor  de psicologia comportamental e as duas são o alvo das pesquisas que ele faz. Até que  um belo dia Fern desaparece e
ninguém na família fala mais sobre ela. A mãe entra em estado de depressão profunda, mas todos fingem que nada acontece. Até que Lowell foge de casa e um dia o FBI aparece na porta da casa o procurando.

No decorrer do livro todos os personagens vão sendo desconstruídos, a gente vai lendo e percebendo as fraquezas e até os absurdos que podem ser feitos em nome da ciência.Em certo ponto, eu achei que a leitura se tornou cansativa, alguns trechos desnecessários para o contexto da estória, um pouco de mais do mesmo....o que me desinteressou pelo livro, mas continuei para descobrir o que a escritora guardava para Fern.

Sobre o título: "Estamos todos completamente transtornados" era um jargão da mãe de Rosemary. Ela sempre falava essa frase. 

Paguei R$37,90