domingo, 10 de novembro de 2013

Resenha: Menino de Ouro - Abigail Tarttelin

"Olhando para ele agora, Max parece feliz, mas do jeito que alguém fica quando está triste, só que ele faz o seu melhor para permanecer otimista, e eu me pergunto se algum de seus amigos percebe isso. Sempre me parece estranho como as pessoas reparam tão pouco na vida das outras". página 86

Que livro maravilhoso!
É o tipo de livro que tira o fôlego, te faz pensar e que você leva para toda a vida.

Max é um garoto de 16 anos que tem uma família perfeita e rica, ele é popular na escola, capitão do time de futebol, é lindo, seus pais, Karen e Steve, são advogados, o irmão caçula Daniel é seu amigo. Mas Max tem um segredo: ele é intersexual.
"Intersexualidade, em seres humanos, é qualquer variação de caracteres sexuais incluindo cromossomos, gônadas e / ou órgãos genitais que dificultam a identificação de um indivíduo como totalmente feminino ou masculino. Essa variação pode envolver ambiguidade genital, combinações de fatores genéticos e aparência e variações cromossômicas sexuais diferentes de XX para mulher e XY para homem. Pode incluir outras características de dimorfismo sexual como aspecto da face, voz, membros, pelos e formato de partes do corpo"
Apesar de sua condição, Max nunca pensou muito sobre isso, ele sempre foi tratado como um menino e sempre se sentiu assim.
Mas como eu  sempre digo que segredo só é segredo se só uma pessoa sabe... Então não podemos dizer que Max tenha realmente um segredo, porque sua mãe na época que o garoto era bebê, acabou contando para sua melhor amiga Leah e seu filho Hunter
Max acaba sempre sendo condescendente com o garoto, pois está nas mãos dele. Hunter sabe a verdade.

A problemática da estória começa exatamente por Max não ter muita informação sobre sua condição, ele não sabe se tem órgãos internos femininos, como são seus cromossomos e etc. Por tudo ser tratado com sigilo pela família, que é extremamente influente na cidade que moram e pelo pai concorrer a cargo público, Max sempre optou por levar a vida sem se preocupar ou questionar isso.

Lá pela página 20 algo terrível acontece e muda para sempre a vida de Max.
Foi uma das cenas mais fortes que eu já li na vida! De tirar o fôlego de qualquer leitor. Penso que é de extrema coragem da escritora, logo na apresentação das personagens, encaixar uma cena tão impactante.

A partir desse acontecimento temos uma estória extremamente humana e emocional pela frente.

"Menino de Ouro" divide-se em 3 partes, são 3 momentos da vida de Max. No entanto, a estória é sempre linear, a leitura é fácil e fluída.

Temos 6 narradores: Max, Daniel, Steve, Karen, Sylvie (colega da escola) e Dra Archie (médica).
Cada uma das personagens relata pontos de vista sobre o mesmo tema: MAX. Ficamos sabendo como cada personagem lida com o que acontece com ele.

Apesar de serem 6 personagens narrando em primeira pessoa, logo ficamos conhecendo cada um deles e é impossível confundi-los.

Karen é uma advogada muito bem sucedida, ela chega a ser manipuladora, mas no decorrer do livro, consegui entende-la, pois quem disse que é fácil ser mãe, não é mesmo?
Steve trabalha para a Coroa Inglesa, vive atolado de trabalho, quase não tem tempo para a família, e no decorrer da leitura, ficamos surpreendidos com ele.
Daniel é o irmão caçula que sempre é comparado ao mais velho, pois todo trabalho que Max não deu na vida, Daniel dá, ele tem gênio forte, é briguento, esperto e inteligente.
Sylvie é uma garota mais emocional, tem acessos de pânico, é observadora e cheia de empatia.

Max é um doce, um garoto perfeito, um menino de ouro, mas no decorrer do livro ele começa a perceber o quanto a vida das outras pessoas influenciam o seu comportamento, o quanto ele muitas vezes se sente uma marionete na mão das pessoas que o cercam.

"Sou um observador passivo da dor à minha volta, Sou o fusível da bomba. Nem sequer acendo, Tampouco escolho quando apagar. Eu não explodo. Eu apenas sou". página 317

"Menino de Ouro"é um livro extremamente emocional, sensível, faz o leitor pensar o tempo inteiro, eu consegui me colocar em cada personagem, entende-los, sofri com eles, e continuo pensando muito nessa estória maravilhosamente bem construída por Abigail Tarttelin.

Eu não dou nota para os livros, mas se desse com certeza seria 10 para "Menino de Ouro".

Edição: 1
Editora: Globo Livros
ISBN: 9788525055019
Ano: 2013
Páginas: 384
Tradutor: Cecilia Giannetti