terça-feira, 8 de outubro de 2013

Resenha: Vida - Paulo Leminski

"Com os três livros que publiquei, Cruz e Sousa, Bashô, Jesus e o que agora estou escrevendo sobre Trótski, quero fazer um ciclo de biografias que, um dia, pretendo publicar num só volume, chamado Vida. São quatro modos de como a vida pode se manifestar: a vida de um grande poeta negro de Santa Catarina, simbolista, que se chamou Cruz e Sousa; Bashô, um japonês que abandonou a classe samurai para se dedicar apenas à poesia e é considerado o pai do haikai; Jesus, profeta judeu que propôs uma mensagem que está viva dois mil anos depois; Trótski, o político, o militar, o ideólogo, que ao lado de Lênin realizou a grande Revolução Russa, a maior de todas as revoluções, porque transformou profundamente a sociedade dos homens."

Ler "Vida" de Paulo Leminski foi um prazer, uma leitura saborosa que eu não queria terminar. Já fazer a resenha dele, me parece uma tarefa árdua, pois como escrever sobre um livro tão magistral e poético?
 
Neste livro o autor escreve sobre 4 de seus maiores exemplos de vida. Foram pessoas que marcaram profundamente a vida de Leminski e que o acompanharam em sua curta permanência na Terra.

Cruz e Souza marcou o escritor pela genialidade com as palavras, pela sensibilidade da poesia e a inquietação dos sentimentos.

Bashô um ex samurai, larga a vida militar para se dedicar a poesia.

Jesus, um homem tão atual, apesar dos quase 2000 anos de sua morte, e marcou Paulo que quase foi um monge beneditino.

E Trótski que norteou o pensamento revolucionário do nosso poeta curitibano.
 
O livro é denso e inteligente. Leminski alterna poesia, gravuras, fábulas, e história. Conta sobre a vida desses 4 ícones de forma atraente e dinâmica, não tem como não admirar os escolhidos pelo autor, e entender como eles influenciaram a vida deste.

 
Vale a leitura! 

Leia um trecho do livro em pdf

Adorei esse vídeo! *rs