sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Resenha: Claro que te amo! - Tammy Luciano


"Senhor Destino, como não foi capaz de me colocar na rota certa? Que medo eu tenho de viver, de encarar meus fatos de ser grande o bastante para ser eu, de me olhar de igual a igual no espelho!..."pág 265

Claro que te amo! conta a história de Piera, uma jovem de 19 anos, ela estuda arquitetura e trabalha na empresa do pai.
Depois de 6 longos anos de namoro, André (seu ex namorado) decidiu terminar o relacionamento, e agora um ano depois, esta se casando com uma outra mulher! 
Ela para tentar encerrar esse assunto de vez, vai ao casamento, pois precisa ver com os próprios olhos o que era para ser seu casamento, seu destino, sua vida.

Piera foi criada por seu pai, a mãe desaparecera desde que a menina tinha 1 mês de idade. A figura paterna é presente e forte na vida dela, assim como as amigas que sempre estão por perto tentando levantar o astral da garota.

Porem , como se tudo não bastasse, algo inesperado surge na vida da adolescente, sem saber ao certo como agir e o que fazer, Piera entra em um período de reflexão, e como um bom YA que é, Claro que te amo! mostra o amadurecimento e crescimento da protagonista.

Nesse meio tempo, no meio de tanta dificuldade ela conhece o médico Dr Marcelo e ai a estória engata  primeira e fica mais interessante.

Preciso confessar que li várias resenhas positivas do livro, me interessei muito pela leitura, mas achei a linguagem lenta. Eu gosto de mais ação, de uma narrativa mais fluída, por conta disso, a leitura foi bem difícil para mim, tanto que demorei 3 longos dias para conseguir terminar o livro.


É um romance voltado ao público juvenil, pois a escritora faz o leitor vivenciar bem essa perda de namorado, essas dores de amor.

Piera esta inconformada e triste, e ainda surge um novo "problema" na sua vida, que eu chamaria de uma prova de fogo, onde ela tem que conseguir passar por cima, para  fazer as pazes com a vida.

Como disse acima, eu indico para adolescentes e pessoas que gostem desse tipo de romance mais juvenil.

Alguém já leu? O que achou?