sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Resenha: O Guardião do Tempo - Mitch Albom

"O cão não consulta o relógio. Os cervos não se inquietam com aniversários.
Só o ser humano mede o tempo.
Só o ser humano replica o som das horas.
E por isso só o ser humano sofre de um medo paralisante que nenhuma outra criatura suporta.
O medo de que o tempo se esgote". p. 13

Esse trecho de "O Guardião do Tempo" é lindo e me disse muito! Talvez por eu ser uma pessoa ansiosa demais, com medo do futuro, com medo que não dê tempo...
Amei demais "As cinco pessoas que você encontra no céu"do escritor, com certeza ele é um dos meus livros favoritos. "O Guardião do Tempo" segue a mesma linha de Albom, e o final sempre é uma lição de vida maravilhosa.

A estória se divide em 3 vidas distintas que se entrelaçam: Dhor, Sarah e Victor.
Dhor vive em outra época, ele é um garoto fascinado em contar o tempo. Sarah vive nos tempo atuais e não tem mais razões para querer ter tempo, e Victor esta morrendo, ele quer todo o tempo possível.
Devido a sua curiosidade e ingenuidade em tentar aprisionar o tempo, Dhor é castigado e mandado à uma caverna onde escuta todas as preces, sofrimentos e pedidos das pessoas. Depois de quase seis mil anos ele compreende o mal que havia feito e é mandado de volta à Terra com a missão de ensinar Sarah e Victor sobre o verdadeiro sentido do tempo.

"Cada um à sua maneira, eles precisam entender que o tempo é um dom precioso, que não pode ser desperdiçado nem manipulado."

É um livro lindo, ideal para todas as pessoas e faixas etárias.