sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Resenha: O Duque e Eu - Julia Quinn - Ed Arqueiro


  "Você disse que me amava, lembra? Não acho que possa voltar atrás em algo assim."

Sinopse:
 "Você disse que me amava, lembra? Não acho que possa voltar atrás em algo assim."
Sinopse:
Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. 
Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne.
Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta. Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.


Minhas impressões:
Ahhh que saudade que eu já estou de "O Duque e eu"! Ele é o romance de época que eu mais amei até agora. 
Cercado de uma boa dose de humor e romance, ele promete uma leitura rápida e dinâmica.
Em vários pontos eu achei a autora Julia Quinn  parecida com Jane Austen, e essa obra lembra muito "Orgulho e Preconceito" numa versão mais divertida.
Simon foi o filho mais que desejado, depois de 5 gestações maus sucedidas, enfim nasce o herdeiro do Duque de Hasting, porem sua mãe morre no parto, criado por uma ama, o menino só começa a falar aos 4 anos de idade, e ainda por cima gagueija o que é o fim para seu pai, que o rejeita até o final da vida.
Simon cresce, viaja e volta para Londres onde por um acidente fica conhecendo Daphne, uma dos 8 irmãos da familia Bridgertons. Sua mãe quer desesperadamente casa-la, porem já faz mais de 2 anos que a moça esta procurando um bom pretendente, na verdade ela só quer casar com alguem que goste.
Simon e Daphne combinam o plano que parece ser bom para os dois, já que ele tem medo de se relacionar e de se apaixonar, e ela precisa de um pretendente.
O problema, é que os sentimentos não podem ser administrados assim facilmente.

Já ia me esquecendo, amei o modo como os irmãos são unidos, como Anthony cuida da irmã. Essa união fmailiar é linda!

O livro é fofo demais! Um romance de época lindo! Vale a pena!