terça-feira, 25 de junho de 2013

Resenha: Adeus Por Enquanto - Laurie Frankel

"Odeio beisebol", disse Meredith.
"Você adora beisebol", disse Sam.
"Eu adorava. Agora odeio. Agora tudo me faz lembrar dela."
"É por isso que devíamos ir. Para dizer adeus."
"Não quero dizer adeus."
"Não adeus para sempre", disse Sam. "Adeus por enquanto. Adeus por alguns meses. Adeus como se ela estivesse indo para a Flórida amanhã." p. 48

Laurie Frankel é escritora de "Atlas do Amor"que já resenhei aqui no blog.
Em "Adeus por enquanto", Laurie conta a estória de Sam, um cara de trinta e poucos anos que trabalha numa empresa de relacionamentos online. Ele é um nerd programador que desenvolve um software com a finalidade de cada cliente encontrar o seu par perfeito. Por meio dele, Sam encontra Meredith, sua alma gêmea.

 “... é difícil sentir saudades de uma pessoa que você mal conheceu. 
É difícil sentir saudades de alguém que você não se lembra. Sentir saudades é se lembrar. 
São o mesmo o ato. São partes integrantes uma da outra.”

O namoro dos dois é perfeito, até que a avó de Merde morre, o que a deixa desolada, Sam para consola-la, acaba criando um software que consegue usar as informações obtidas em e-mails, mensagens e vídeos para fazer com que o "espectro" da avó continue mandando e-mails para a neta. 

Mas será que isso dará certo? Até que ponto podemos mexer com os sentimentos das pessoas, mesmo por uma boa intenção?

Esse livro é lindo! Apesar de tratar de um tema pesado como a morte, ele consegue ser totalmente meigo e encantador. 
Laurie Frankel tem o ponto certo entre o amor, a dor, a razão e as emoções.
Ela constrói muito bem o enredo e os personagens, as vezes sinto que ela se prolonga um pouco em determinados pontos, mas mesmo assim consegue surpreender os leitores, emociona-los e eu confesso que queria um software como esse também! Quem não queria? Quem não tem um ente querido, que se pudesse te-lo de volta nem se fosse de "mentirinha" uma vez, não faria?

Mas a escritora consegue mexer com os pontos negativos dessa idéia também, consegue nos fazer pensar, e refletir sobre as perdas, culpa, sentimentos e o momento.
É um livro meigo, ideal para quem gosta de romances com drama.