terça-feira, 28 de maio de 2013

Resenha: Como eu era antes de você - Jojo Moyes - Intrinseca


"Dizem que só é possível se admirar um jardim depois de certa idade, e acho que existe alguma verdade nisso. Provavelmente tem algo a ver com o grande ciclo da vida. Parece que há algo de miraculoso e ver o inexorável otimismo de um novo broto após a desolação do inverno..."

Antes de mais nada eu preciso dizer que estou apaixonada. Totalmente apaixonada por esse livro, e ele não só entrou para os dez mais do ano, como para um dos melhores da minha vida!
Eu amei. Amei profundamente. E fico me perguntando: como não li nada de Jojo Moyes antes? Agora quero ler tudo!

"Como eu era antes de você" conta a estória de Louisa Clark, uma jovem de 26 anos que perde o emprego num café da cidade e precisa urgentemente arrumar outro emprego, já que a situação financeira da casa esta bem difícil. Ela mora com os pais, a irmã que é mãe solteira, Thomaz o sobrinho de 5 anos e o vô que teve derrame.
Louisa é sempre comparada com sua irmã mais nova Treena, que  é "mais esperta e mais inteligente", e Lou é a atrapalhada e "maluquinha", e é um tanto acomodada em sua vida. Tem um namoro estagnado com Patrick há 7 anos, passa os fins de semana assistindo tv com o vô, e não tem nenhuma ambição na vida. Mas ela é uma pessoa engraçada, de bem com a vida, generosa, vive fazendo piada de tudo, uma figura!

A família dela apesar da falta de dinheiro, é unida e eu morri de rir em varias cenas! O pai Bernard é Hilário.

Lou consegue um emprego para cuidar de um tetraplégico.
Will é um homem de 35 anos que há 2 anos sofreu um acidente, foi atropelado, e teve lesões na C5 e 6.
Ele era um CEO de uma grande empresa, adora esportes radicais, como subir em montanhas, escalar...mas agora não consegue viver preso a essa cadeira, tendo dores, infecções constantes e tendo que pedir ajuda para tudo.
Ele pretende ir a Suíça cometer suicídio assistido em 6 meses. E é esse tempo que Louisa tem para fazê lo mudar de idéia.

O livro é narrado em 1 pessoa por Louisa. Tem 3 capítulos que temos novos narradores: Camila (mãe de WIl)l, Steve (pai de Will) e Nathan, o enfermeiro. Esses capítulos são maravilhosos, porque faz com que tenhamos uma visão do que cada um deles sente em relação ao problema de Will.

A escrita é tão gostosa que vc não consegue para de ler. O livro inteiro é cheio de sensibilidade e emoção.
É uma história terna, onde um muda naturalmente a vida do outro, um ajuda o outro, e você vê o amadurecimento das personagens, e se comove.
O que mais gostei é que a escritora em nenhum momento descreveu Will ou Lou como se fossem modelos de beleza, apesar de sabermos que Will é bonito, você se apaixona por eles serem quem são como pessoas. Não tem nenhum apelo sexual, é tudo emoção e sentimento.
Eu chorei que nem criança em várias partes, e ri que nem boba também.
O final é surpreendente.

Se eu pudesse dar um conselho para alguém q gosta de um belo romance é leia esse livro!
Edição: 1
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580573299
Ano: 2013
Páginas: 320
Tradutor: Beatriz Horta