quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Resenha: O Primeiro Dia - Marc Levy

"- Comigo escavando o chão e você observando estrelas, realmente, não fomos feitos um para o outro.
- Você procura datar a origem da humanidade e eu reviro o fundo das galáxias, para saber como nasceu o universo, o que permitiu o surgimento da vida e se ela existe em outros lugares, sob outras formas, além das que conhecemos. Nossas disposições, assim como nossas intenções não são tão afastadas assim. E quem sabe se as respostas  às perguntas que fazemos não são complementares?
"p. 133

Sinopse:

Adrian,  dedica sua vida à procura da mãe de todas as estrelas – a primeira a brilhar no céu, milênios atrás, no nascimento do universo. Após passar uma temporada observando os astros no deserto de Atacama, no Chile, seus planos são frustrados pelo desgaste físico que sofre por conta da altitude, fazendo com que ele retorne a Londres. Na capital inglesa, disputa um prêmio fornecido por uma importante fundação, voltado a projetos de pesquisa científica.
 A apaixonada Keira, tem como meta a descoberta do fóssil do primeiro ser humano a caminhar sobre a Terra. Ela comanda uma importante escavação no Vale de Omo, na Etiópia, mas quando uma tempestade de areia destrói o local, se vê obrigada a retornar à Europa. Ela traz consigo um estranho pingente, recebido das mãos de um pequeno órfão etíope chamado Harry.
Em Londres, disputando o mesmo prêmio de pesquisa científica que Adrian, os caminhos de Keira se cruzam com os dele, com quem teve um caso há muitos anos. Numa visita ao apartamento de Adrian, ela esquece lá o pingente, acendendo no astrofísico tanto o interesse científico – pela origem do artefato – quanto o amoroso, por sua dona. As estranhas características do pingente fazem com que Adrian se dê conta que o objeto não é apenas um mero souvenir.
Diante de estranhos acontecimentos em torno de ambos, logo se tornará claro para o casal que eles não são os únicos interessados no pingente, e que há gente disposta a tudo para consegui-lo. Keira e Adrian partem numa viagem que os levará a vários continentes, seguindo mapas traçados a partir das estrelas e pistas enterradas no solo. E a meta de ambos é achar a resposta para perguntas que intrigam a todos desde o início dos tempos.
                                                         Trecho da página 81

Minha Opinião:
"O Primeiro Dia" é o livro ideal para quem gosta de romance, aventura e mistério!
Primeiro porque o assunto é interessantíssimo e segundo, a história dessas duas personagens se cruzam e se ligam o tempo todo.
Adrian é um jovem de uns 35 anos, boa pinta, astrofísico, romântico e educado. Keira é arqueóloga, geniosa, tem por volta de 30 e poucos também, é decidida e determinada.
O livro é narrado em 1a pessoa, sendo Adrian o contador de sua história. Paralelamente a isso, temos a vida de Keira. Os dois primeiramente tem que desistir de seus sonhos, depois candidatam-se ao mesmo prêmio, os dois procuram basicamente a mesma coisa, só que um no céu e  a outra na terra.  As vidas deles acontecem sempre no mesmo ritmo/paralelamente, até que um objeto finalmente os une: o pingente de Keira.
A partir desse momento, o clima de mistério e suspense toma conta do livro! Você já não sabe quem esta do lado de quem, quem é o mocinho e quem é o bandido, e principalmente o que é o pingente, porque tanta gente  o quer, o que ele significa!
Marc Levy une tudo isso a momentos de nostalgia, frases maravilhosas, momentos engraçadíssimos, e muito romance!
O final te deixa ainda mais curioso, com aquela ansiedade de já querer ler o próximo livro da série! 
"O Primeiro Dia"é um livro de tirar o fôlego até a última página!

 
( "A primeira Noite" é continuação de "O Primeiro Dia" e estará nas livrarias em Outubro!)



Curiosidade:
Eu sempre gosto de tentar entender o título dos livros...então vamos lá...filosofando, eu acho que o título "O Primeiro Dia" remete à busca dos dois, a origem dos acontecimentos, a origem da primeira estrela, do primeiro homem, a origem do Primeiro Dia!!! Veja o que Levy escreve na pág. 122

"A luz do primeiro dia viaja desde o fundo do universo, vem em nossa direção. Estamos aptos a captá-la e a interpreta-la? Será que, enfim, compreendemos como tudo começou?"


LEVY, Marc
      O Primeiro Dia/ Marc Levy; tradução de Jorge Bastos. - RJ: Objetiva, 2012
ISBN: 9788581050980