quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Recomendo: Livros que você precisa ler!

Existem livros que são como alguns vinhos, precisam ser apreciados, degustados com tempo e sabedoria!
Eu tenho uma lista enorme de livros que gostei, mas poucos que amei de fato! E por isso vim dividir com vocês três deles.
São livros escritos de forma fabulosa por escritores maravilhosos, e em específico, esses 3 exemplares foram muito bem editados. Recomendo mesmo!

São livros que mexeram com a minha alma e com o meu coração, livros que contam estórias de pessoas que se eternizaram dentro de mim.

São eles:

A Menina Que Roubava Livros - Markus Zusak -Ed. Intrínseca


Sinopse: Entre 1939 e 1943, Liesel Meminger encontrou a Morte três vezes, e saiu suficientemente viva das três ocasiões para que a própria, de tão impressionada, decidisse nos contar sua história, em "A Menina que Roubava Livros".
Desde o início da vida de Liesel  em Munique, ela precisou achar formas de se convencer do sentido da sua existência. Horas depois de ver seu irmão morrer no colo da mãe, a menina foi largada para sempre aos cuidados de Hans e Rosa Hubermann, um pintor desempregado e uma dona de casa rabugenta. Ao entrar na nova casa, trazia escondido na mala um livro, "O Manual do Coveiro". Num momento de distração, o rapaz que enterrara seu irmão o deixara cair na neve. Foi o primeiro de vários livros que Liesel roubaria ao longo dos quatro anos seguintes.
E foram estes livros que nortearam a vida de Liesel naquele tempo, quando a Alemanha era transformada diariamente pela guerra, dando trabalho dobrado à Morte. O gosto de rouba-los deu à menina uma alcunha e uma ocupação; a sede de conhecimento deu-lhe um propósito. E as palavras que Liesel encontrou em suas páginas e destacou delas seriam mais tarde aplicadas ao contexto a sua própria vida, sempre com a assistência de Hans, acordeonista amador e amável, e Max Vanderburg, o judeu do porão, o amigo quase invisível de quem ela prometera jamais falar.
Há outros personagens fundamentais na história de Liesel, como Rudy Steiner, seu melhor amigo e o namorado que ela nunca teve, ou a mulher do prefeito, sua melhor amiga que ela demorou a perceber como tal. Mas só quem está ao seu lado sempre e testemunha a dor e a poesia da época em que Liesel Meminger teve sua vida salva diariamente pelas palavras, é a nossa narradora. Um dia todos irão conhece-la. Mas ter a sua história contada por ela é para poucos. Tem que valer a pena.

Cem Anos de Solidão - Gabriel Garcia Marquez -  Record


Sinopse: O autor narra a incrível história da família Buendía, uma estirpe de solitários que habitam a mítica aldeia de Macondo. A narrativa desenvolve-se em torno de todos os membros dessa família, com a particularidade de que todas as gerações foram acompanhadas por Úrsula, uma personagem centenária e uma matriarca das mais conhecidas da história da literatura latino-americana. Nessa história envolvente e cheia de melancolia, o leitor se entrega a essa família e vive com eles esses 100 anos de solidão.


A Casa dos Espíritos - Isabel Allende - Editora Bertrand 


Sinopse: A Casa dos Espíritos, primeiro romance de Isabel Allende,  é considerado pela crítica como um clássico da literatura latino-americana, o romance conta a saga da turbulenta e numerosa família Trueba, cujo patriarca é o latifundiário e senador Esteban Trueba.

O romance, que tem sua narrativa caracterizada por uma notável lucidez histórica e social, oferece um painel contundente da história chilena, entre 1905 e1975. Combinando magia e realidade, Isabel Allende confere à obra sua personalíssima visão do realismo fantástico, inserindo A Casa dos Espíritos na respeitável galeria dos grandes romances da literatura latino-americana.