sexta-feira, 27 de julho de 2012

Livro: A Mulher de Preto - Susan Hill


"Eu nunca havia me visto tão preso e dominado por tamanho pavor,
 horror e medo do mal. Era como se eu tivesse ficado paralisado. 
Não podia suportar ficar ali, por medo, mas também não me 
sobravam forças no corpo para me virar e fugir, e estava mais
 certo do que nunca de que, a qualquer segundo, cairia morto
 naquele miserável pedaço de terra."p. 85


Sinopse:

Arthur Kipps, um jovem advogado, é chamado para acompanhar o funeral da Sra. Alice Drablow, a única moradora da Casa do Brejo da Enguia, localizada em uma região remota da Inglaterra. Enquanto trabalha na isolada propriedade, Kipps descobre trágicos segredos ocultados por suas janelas fechadas. Ao vislumbrar uma jovem e sofrida mulher vestida de preto, uma arrepiante sensação de desconforto começa a tomar conta dele, um sentimento que cresce com a relutância dos moradores locais em falar sobre a estranha figura – e seu terrível propósito. 


Minha opinião:

Quem gosta de suspense tem que ler esse livro!
São 206 páginas, às vezes cansativas por tantas descrições, mas que compensam no final.
A Mulher de Preto é um livro de suspense que fica bom mesmo do meio pro fim. O final é ótimo e surpreendente.
A escritora peca por excesso de pormenores, mas o enredo é bem construído, as personagens são bem caracterizados e a construção psicológica é excelente.
As cenas de suspense são bem elaboradas e fazem com que o leitor construa-as na mente.
O pavor que Arthur passa na Casa do Brejo da Enguia se reflete no leitor que igualmente o sente.

Vi o filme, depois de ler o livro (Claro! Não consigo fazer o inverso!) e o filme é ainda melhor!
Ele é bem inspirado no livro, mas tem vida própria, o diretor seguiu o essencial, mas com um novo enredo, com cenas novas, com final diferente. Vale a pena! (É claro, se vc não tiver medo de assombração!)