sexta-feira, 29 de junho de 2012

Resenha: O Guardião de Memórias - Kim Edwards

"David passou a luz concentrada pelo ampliador,
depois mergulhou o papel no revelador.
Tinha profunda consciencia da presença do filho
a seu lado na escuridão e no silêncio.
- A fotografia tem tudo a ver com segredos-disse
após alguns minutos, levantando a foto com
uma pinça e mergulhando-a no fixador.-Os segredos
que todos temos e nunca revelamos...."
( O Guardião de Memórias / Kim Edwards )


Sinopse:
 Inverno de 1964. Uma violenta tempestade de neve obriga o Dr. David Henry a fazer o parto de seus filhos gêmeos. O menino, primeiro a nascer, é perfeitamente saudável, mas o médico logo reconhece na menina sinais da síndrome de Down. Guiado por um impulso irrefreável e por dolorosas lembranças do passado, Dr. Henry toma uma decisão que mudará para sempre a vida de todos e o assombrará até a morte: ele pede que sua enfermeira, Caroline, entregue a criança para adoção e diz à esposa que a menina não sobreviveu. Tocada pela fragilidade do bebê, Caroline decide sair da cidade e criar Phoebe como sua própria filha. E Norah, a mãe, jamais consegue se recuperar do imenso vazio causado pela ausência da menina. A partir daí, uma intrincada trama de segredos, mentiras e traições se desenrola, abrindo feridas que nem o tempo será capaz de curar.

"O Guardião de Memórias" é um livro muito lindo! Uma história muito linda de amor e  remissão.
A escritora peca um pouco pelo escesso de descrições, o que deixa em certo período o livro cansativo, mas nem por isso, menos interessante.
A estória é muito bem amarrada, os personagens são muito marcantes (principalmente David) e o final é lindo!
Li muitas críticas negativas sobre "O Guardião de Memórias" o que não acho ser justo, o livro é muito interessante e a história traz muito um aprendizado de compaixão e perdão.

Edwards, Kim, O guardião de memórias: edição popular. [tradução de Vera Ribeiro]. - Rio de
     Janeiro: Sextante, 2008.
ISBN: 978-85-99296-30-1