segunda-feira, 18 de junho de 2012

Livro da Semana: Um Dia - David Nicholls

"Você pode passar a vida inteira 
sem perceber que aquilo que você 
procura esta bem na sua frente."

Eu não sou bem o tipo de pessoa que gosta de Best Sellers ou livros muito "água com açúcar", na verdade meu gosto literário é mais voltado aos clássicos, ou livros que me dêem alguma boa lição.
Com "Um Dia" foi diferente, ele é um Best Seller, um "água com açúcar" e eu amei!
A lição dele é meio manjada: Carpe Diem! Aproveite o dia! Nada é para sempre...
Na verdade, me apaixonei por Dexter, (o que não aconteceu com Eduard (Crepúsculo), um cara boa pinta, seguro, auto confiante, bonito e sabe disso, de bem com a vida e de família rica. Que mulher não se apaixonaria por um cara assim? Foi o que aconteceu com Emma, uma moça inteligente, metida a cult e intelectual, e muito insegura.
Eles se conhecem na noite de formatura e tem uma transa, que para Dexter seria mais uma, mas como acontece com Tomas e Tereza (A insustentável Leveza do Ser), essa noite os marca para sempre e começam um forte relacionamento de sentimento e amizade.
Aí se passam 20 anos que são contados por capítulos marcados na data do 1o encontro 15/7.
São 20 15 de Julho na vida de cada um, e como a vida caminha nesses dois personagens tão diferentes e de almas tão parecidas...seus namoros, seus casos, suas bebedeiras, casamento, divórcio, filhos...
O final é surpreendente! Vale a leitura, vale a lição, vale a compra do livro.

Recomendo!

Edição: 2
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580570458
Ano: 2011
Páginas: 416
Tradutor: Claudio Carina